NIAC realiza a I Jornada de Aprendizagem Criativa

Com o objetivo de valorizar, incentivar e aperfeiçoar a interação dos docentes com o Ambiente de Aprendizagem Virtual (AVA), a I Jornada de Aprendizagem Criativa, que aconteceu nos dias 29 e 30 de outubro, surge para criar multiplicadores capazes de uma abordagem inovadora e disruptiva nas IES, natureza que condiz com a missão do Núcleo de Inovação Acadêmica (NIAC) da Cruzeiro do Sul Virtual.

Nesta I edição, os convidados premiados participaram de uma experiência de dois dias, com foco em aprendizagem criativa em reconhecimento às suas interações e suporte didático e pedagógico para nossos alunos. Por meio de pesquisa analítica no AVA, foram apurados os docentes que mais interagiram com o Blackboard da Cruzeiro do Sul Educacional, os que mais postaram conteúdos, exercícios, e marcaram presença em fóruns.

O primeiro dia da jornada já começou especial! Os docentes participaram de um café com o Pró-Reitor de Educação a Distância Prof. Dr. Carlos Fernando de Araújo Jr. e ainda receberam homenagens por suas contribuições no AVA. O Professor Marcos Ota, um dos membros do NIAC, foi o responsável por apresentar o portal EDTECH para os docentes, onde todos eles poderão ter acesso a informações que serão úteis para o seu dia a dia e compartilharão informações e inspirações.No período da tarde, os docentes participaram da Oficina Lab Lego em parceria com a LEGO® Education, que oferece soluções lúdicas de aprendizagem que ajudam todo estudante a alcançar o sucesso.

No segundo dia da jornada, 32 pessoas, entre os docentes e membros do NIAC, foram até o Espaço de Criatividade e Inovação da Faber-Castell participar da oficina de Aprendizagem Criativa no Ensino Superior. Foi a primeira edição dessa oficina com instituições de ensino superior para que em grupo, os docentes pudessem compartilhar e entender na prática como contribuir de forma simples para uma aprendizagem mais criativa e inovadora. Foi um momento de muita troca e envolvimento.

Para a professora Dra. Regina Tavares de Menezes, Coordenadora do NIAC, o saldo é positivo. “Estou muito satisfeita com o resultado da nossa primeira Jornada. A expectativa agora é de que esse grupo corrobore com a nossa comunidade de aprendizagem e que possa com os mecanismos virtuais criados, partilhar ideias, uso de aplicativos, ferramentas do próprio AVA e assim nos fortalecer, energizando e contagiando os demais professores das IES”.


Confira os depoimentos dos docentes que tiveram a honra de participar:

Manuel Fernandes Paradela Ledon, da Cruzeiro do Sul: “Sempre é um estímulo, um ponto de partida para novos desafios, pois encontros assim fazem pensar em novas possibilidades.”

Caroline Piske de Azevedo Mohamed, do UDF: “Me sinto honrada de ter participado. Gosto da ideia de ser mais criativa na maneira que eu ensino e isso está reforçando o desejo de mudanças maiores ainda.”

Gisele Cristina Tertuliano, da Cesuca: “Foi uma experiência muito positiva. Me sinto privilegiada de ter sido escolhida e estar aqui hoje aumenta a minha responsabilidade enquanto docente para poder flexibilizar, inovar e garantir um bom rendimento aos alunos da Cesuca.”

Geni Emília Souza, da Cruzeiro do Sul Virtual: “Muito grata pela Cruzeiro do Sul Educacional oportunizar essa vivência no sentido de compartilhar com os alunos a criatividade e principalmente a integração. Será um ganho muito grande para o curso.”

Walter Travassos Sarinho, do Unipê: “Para mim tem um valor gigantesco. Fui muito interessante, pois cada um compartilhou suas experiências e pudemos conhecer a realidade de cada IES. Achei o máximo a oficina de Lego. Não sabia que era possível utilizar de tantas formas. Para mim, a palavra do encontro é o afeto. A bagagem volta cheia! Estou com a cabeça fervilhando para criar novas experiências aos alunos. A jornada foi um sucesso e estou doido para voltar!”

Rudinei Fernando Rech, da FSG: “Para mim é algo totalmente novo e só tem colaborado. As oficinas mexem com a cabeça da gente e agora é colocar em prática na sala de aula.”

Everaldo Leme da Silva, do Ceunsp: “Esse mundo lúdico ajuda despertar atitudes que estavam adormecidas e é importante para incentivarmos os alunos a trabalhar com práticas diferentes e criativas.”

Danilo Candido Bulgo, da UNIFRAN: “Foi uma grata oportunidade conhecer essas novas tecnologias para inserir na sala de aula. Afinal, o aluno hoje é dinâmico, autônomo e o professor tem que adaptar.”

Emerson Alves Silva, da UNICID: “O encontro ajudou a visualizar bem essa ideia de pensar fora da caixa e tentar um olhar diferente no que fazemos, aproveitando recursos que já estão disponíveis para incentivar os estudantes.”

Márcio dos Santos, do Módulo: “Esses dois dias de imersão total promovidos pelo NIAC foram uma experiência que com certeza ficará gravada na mente dos participantes. Pudemos ver que ainda temos muito a aprender para tornarmos nossas aulas mais criativas e atrativas para nossos alunos. Pude conhecer pessoas maravilhosas que amam a profissão e se dedicam ao trabalho em prol de uma educação melhor. Foi maravilhoso.”